Jornalista boicota Coco Bambu, Giraffas e Madero por supostamente apoiarem Bolsonaro

Boicote madero giraffas coco bambu

O jornalista Fabio Pannunzio iniciou uma campanha de boicote aos restaurantes Coco Bambu, Giraffas e Madero, supostamente, pelo apoio prestado ao presidente da República Jair Bolsonaro.

“Coco Bambu, Giraffas e Madero. Quando você come um [sic] lugar desses, está financiando o Bolsonarismo. Eu não dou meu dinheiro para quem apoia o fascismo. Se você gosta, sirva-se à vontade”, escreveu o jornalista em suas redes sociais.

Segundo o presidente Jair Bolsonaro e diversos movimentos de apoio às manifestações, o evento seria de apoio ao governo de cobrança de todas as esferas por melhorias ao povo brasileiro e não de protestos ‘contra o congresso’.

Para o empresário Junior Durski, por exemplo, dono do restaurante Madero, a manifestação do dia 15 se trata de um ato de apoio a Bolsonaro, não contra o Congresso, mas para cobrá-lo pelas decisões da casa. “Deixar na mão da Câmara R$ 30 bilhões para emendas parlamentares, sem nenhum critério, é sabotar o trabalho do presidente”, diz o trecho de uma publicação feita pelo empresário em sua conta no Instagram, conforme noticiamos.

Relacionados:  Empresário dono dos restaurantes Coco Bambu declara apoio a Bolsonaro e ao uso da Cloroquina

Pannuzio