Câmara do Arizona aprova lei que proíbe atletas transexuais de competir em esportes femininos

Tiffany

Parlamentares do Arizona aprovaram um projeto de lei que, se promulgado, impedirá atletas biologicamente homens de competir no esporte feminino.

A Câmara do estado norte-americano aprovou o Projeto de Lei 2706, também conhecido como Lei “Salvem os Esportes Femininos”, em votação de 31 a 29.

Segundo os autores, o projeto exige que qualquer esporte existente ou praticado nas e entre escolas seja supervisionado pelas escolas para designar esportes de meninos e meninas com base no sexo biológico.

“Equipes atléticas ou esportes designados para mulheres ou meninas não estarão abertos para estudantes do sexo masculino”, diz o texto da lei aprovada.

“Se contestado, pode-se estabelecer o sexo do aluno apresentando uma declaração médica assinada que indica o seu sexo com base em uma análise da composição genética do aluno”.

Relacionados:  Trans abraçada por Drauzio Varella no Fantástico estuprou e assassinou garoto de 9 anos, diz site

Uma das principais articuladoras do projeto, a deputada republicana Nancy Barto, que apresentou o projeto, disse que o PL 2706 avançou com justiça, considerando as diferenças biológicas documentadas entre os sexos.

“É por isso que separamos os esportes masculino e feminino. E é por isso que as mulheres têm sido tão bem-sucedidas em alcançar a grandeza no campo e todos os benefícios que a acompanham”, concluiu.

Fonte: Conexão Política e CBS