Moro dispara: “Apesar dos Gomes, a crise foi resolvida”

Moro e Gomes

Sergio Moro rebateu o ataque gratuito de Ciro Gomes, que o chamou de “capanga” de Jair Bolsonaro ao comentar o fim dos motins da Polícia Militar no Ceará, após esforços de Sergio Moro para resolver a crise, atendendo pedidos do governador do estado Camilo Santana (PT).

Cid Gomes, irmão de Ciro, tentou atropelar policiais usando uma retroescavadeira, o que resultou numa escalada da crise no estado.

“A crise no Ceará só foi resolvida pela ação do governo federal, Forças Armadas e Força Nacional, que protegeram a população e garantiram a segurança”, escreveu o ministro da Justiça e homem mais popular do país nas redes sociais. “Apesar dos Gomes, a crise foi resolvida.”

O ex-juiz da Lava Jato complementou: “Em janeiro de 2019,o Governo Federal, desta vez pela Força Nacional, força de intervenção penitenciária, PF e PRF, já havia atuado no Estado do Ceará para, junto com as forças locais, debelar os atentados dos grupos criminosos organizados. O Governo Federal não falta ao Ceará.”

 

Relacionados:  Procurador Geral, Aras pede inquérito ao STF para investigar declarações de Sergio Moro