“Para a esquerda, cresce o número de presos; para qualquer brasileiro de bem, diminui o número de bandidos nas ruas.”

Bolsonaro

O Presidente Bolsonaro comentou, através das redes sociais, o aumento de criminosos presos no país, conforme levantamento divulgado na última semana. Ele afirmou: “Para a esquerda, cresce o número de presos no Brasil; para qualquer brasileiro de bem, diminui o número de bandidos nas ruas. Enquanto isso a violência segue despencando, para alívio da sociedade. O ano com menor índice de homicídio da década foi 2019, no nosso governo.”

Aumento de presos no país

Conforme noticiamos, O Brasil tem agora mais de 773 mil presos em unidades prisionais e nas carceragens das delegacias. Os números, relativos a junho de 2019, foram divulgados, hoje (14), pelo Departamento Penitenciário Nacional (Depen), órgão ligado ao Ministério da Justiça e Segurança Pública. O número de presos nas unidades carcerárias soma 758.676, a maioria, 348.371, no regime fechado, quase a metade do total de aprisionados, 45,92%. Os dados mostram um crescimento dessa população de 3,89% em relação ao apurado em 2018, assinala a Agência Brasil.

Relacionados:  Moro dispara: “Soltar presos por causa do novo coronavírus é oportunismo”

Os presos provisórios – que ainda não foram condenados – constituem o segundo maior contingente, com 253.963, representando 33,47% do total. Os presos no semiaberto, 16,63%, somam 126.146, e os no regime aberto são 27.069, representando 3,57% do total. Já os que estão em medida de segurança ou em tratamento ambulatorial somam 3.127 pessoas.

Os números mostram ainda que faltam 312.125 vagas nas unidades carcerárias do país e que as vagas disponíveis são 461.026.