“Visão deturpada” e “desserviço aos fatos”, diz Moro sobre documentário de Petra Costa

Em entrevista a Eduardo Bolsonaro, Sérgio Moro, ministro da Justiça e Segurança Pública, afastou a relação da Lava Jato com o impeachment da ex-presidente Dilma e a eleição de Jair Bolsonaro. “São movimentos que foram distintos. Claro que existe um contexto no qual o presidente foi eleito. Mas, assim, o impeachment não teve a nada a ver com a eleição do presidente Jair Bolsonaro. São coisas dissociadas”, disse o ex-juiz da Operação Lava Jato.

Moro comentou esta associação do Impeachment com a eleição de Bolsonaro ao criticar o documentário Democracia em Vertigem, da diretora Petra Costa, indicado ao Oscar. “Para um documentário, acho que presta um desserviço aos fatos porque é uma visão deturpada daqueles acontecimentos.”

O Documentário de Petra Costa narra os fatos que levaram a remoção de Dilma Rousseff do poder, sob uma ótica esquerdista. O Filme, apesar de indicado ao Oscar, acabou derrotado na cerimônia para o filme ‘Indústria Americana’.