Ao lado de Eduardo Bolsonaro, Sergio Moro defende redução da maioridade penal para crimes gravíssimos

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, defendeu a redução da maioridade penal para 16 anos em casos de “crimes gravíssimos”. A declaração foi dada em entrevista ao deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP). Moro foi o primeiro entrevistado de Eduardo no programa “O Brasil precisa saber”, lançado pelo deputado em seu canal no Youtube.

O ex-juiz da Operação Lava Jato e que hoje colhe excelentes resultados comandando a Justiça e Segurança Pública do país se mostrou simpático a ideia de reduzir a maioridade para evitar a impunidade.

“Existe uma proposta no Senado, que está parada. Eu, a princípio, sou simpático à redução da maioridade para 16 [anos] para crimes gravíssimos”, disse Moro. Eduardo afirmou que a declaração do ministro era uma boa oportunidade para o Congresso retomar o debate para combater a impunidade.