Brexit deve trazer oportunidades para o Brasil no comércio agrícola

Após diversas tratativas, O Reino Unido deixará oficialmente a União Europeia no dia 31 de janeiro. A expectativa de autoridades brasileiras é que o  Brexit possa trazer oportunidades para o Brasil. Com o fim de benefícios para países europeus, outros mercados podem ganhar espaço na região, segundo o Canal Rural.

“O Brexit tem riscos porque mudam as regras alfandegárias, mudam as regras tarifárias, mas tem também oportunidades potenciais porque se abrem espaços em áreas como a agrícola, na qual somos competitivos”, diz o ministro-conselheiro da Embaixada do Brasil no Reino Unido, Roberto Doring.

O Ministr-Conselheiro ainda afirmou que “O Reino Unido importa, para que se tenha ideia, 50% de tudo que consome em termos de alimentos e bebidas. Do que importam, 60% vêm da União Europeia. Um Brexit que signifique de fato uma redução dos fluxos de comércio entre União Europeia e Reino Unido abre espaços que podem ser ocupados por países como o Brasil, que são competitivos juntamente nessa área de alimentos e bebidas, no agronegócio em geral”.

Cerca de 4% dos alimentos consumidos pelo Reino Unido vieram da América do Sul. Os desafios de ampliar esse mercado, de acordo com Doring, são grandes e, em cenário pós-Brexit, exigirão o conhecimento de novos formulários, novas regras alfandegárias, entre outras questões logísticas.

Para ajudar o setor privado brasileiro a entrar no mercado britânico, a embaixada lançou a plataforma Brazil Brexit Watch,t que consolida informações sobre possíveis mudanças que possam afetar o setor privado brasileiro, especialmente os segmentos exportadores.