Bolsonaro demite secretário da Casa Civil que utilizou avião da FAB: “Inadmissível”

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta terça-feira (28) que o secretário-executivo da Casa Civil, José Vicente Santini, está destituído por ter usado um avião da Força Aérea Brasileira (FAB) para viajar à Índia, informa o portal R7.

Santini, que é numero 2 na pasta da pasta, estava como ministro interino devido a período de férias do titular da Casa Civil, Onyx Lorenzoni.

Ele participou da programação da viagem oficial de Bolsonaro à Índia, onde apresentou a carteira de investimentos do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) a investidores.

De acordo com a Casa Civil, a utilização de aeronave da FAB “seguiu os critérios definidos na legislação vigente”, mas Bolsonaro considerou a medida um ato inadmissível.

Relacionados:  Lacombe pode ganhar novo programa a tarde para fazer dobradinha com Sikêra Júnior

Para Bolsonaro, é inadmissível o gasto de recursos públicos da forma conduzida por Santini. “O que ele fez não é ilegal, mas é completamente imoral”, acusou.

“Questão do avião da Força Aérea. Inadmissível o que aconteceu. Já está destituído da função de executivo do Onyx, decidido por mim. Vou conversar com o Onyx, ver quais outras medidas podem ser tomadas contra ele”, disse Bolsonaro.