Bolsonaro repudia ideologias totalitárias e demite Secretário da Cultura por alusão ao nazismo

O presidente Jair Bolsonaro confirmou em nota nesta sexta-feira (17) a demissão do secretário da Cultura, Roberto Alvim. O presidente repudiou o pronunciamento em que Alvim copia um discurso nazista e que gerou indignação nas redes sociais, assinala o portal R7.

No pronunciamento, Alvim defende uma grande interferência do estado ja cultura brasileira e utiliza frases de Goebbels, um dos principais nomes do nazismo.

A comunidade judaica geralmente vem sendo tratada como aliada do Presidente Bolsonaro desde sua campanha, assim como é relevante sua aproximação com o governo de Israel.

Nota oficial do Presidente na íntegra:

Comunico o desligamento de Roberto Alvim da Secretaria de Cultura do Governo. Um pronunciamento infeliz, ainda que tenha se desculpado, tornou insustentável a sua permanência.

– Reitero nosso repúdio às ideologias totalitárias e genocidas, como o nazismo e o comunismo, bem como qualquer tipo de ilação às mesmas.