Gilmar Mendes diz que “retirar” Moro da Lava Jato foi “positivo” para o Brasil

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes afirmou que a saída de Sergio Moro da operação Lava Jato foi “positiva para o Brasil”.

Em entrevista gravada ao programa Poder em Foco, exibida no domingo (12), no SBT, o ministro afirmou que, ao nomear Moro para o Ministério da Justiça e Segurança Pública, o presidente Jair Bolsonaro diminuiu a cobertura midiática da Lava Jato e estabilizou as instituições.

Relacionados:  Gilmar diz que congresso não pode 'subverter' a Constituição ao tentar esvaziar a 'presunção de inocência'.

“Uma contribuição importante […] que o governo brasileiro deu ao sistema político institucional brasileiro foi ter tirado Moro da Lava Jato. Eu não sei se foi uma boa opção para o juiz Moro”, afirmou o ministro do STF.

Relacionados:  Bolsonaro chama Moro de covarde e comemora sua saída: “Dificultou posse de armas a pessoas de bem”

Fonte: Gazeta do Povo