Economia: Governo espera arrecadar R$ 6 bilhões em 2020 com a venda de imóveis da União

Na tentativa de diminuir a imensa máquina pública, o governo federal espera arrecadar R$ 6 bilhões em 2020 com a venda de imóveis da União. A previsão é captar R$ 3 bilhões com o leilão de 425 imóveis, entre terrenos, apartamentos, casas e lojas.

O restante arrecadado seria com a venda de parcela de 100 mil terrenos em regime de “foro” (quando, por meio de um contrato, é atribuído a uma pessoa física ou jurídica o domínio de determinado imóvel da União).
Nesses contratos, o cidadão ou empresa detém 83% da propriedade do terreno e a União, os outros 17%. Uma medida provisória editada no fim do ano passado busca simplificar o processo pelo qual os ocupantes adquiram o domínio pleno desses terrenos, assinala o portal ‘Seu Dinheiro’.

Relacionados:  Indústria no país tem terceira alta seguida e avança 0,8% em outubro

Os números impressionam e a previsão é de arrecadar R$ 6 bilhões. Meta ousada se considerados os números dos últimos anos. Segundo o Ministério da Economia, entre 2018 e 2019, foram licitados apenas 39 imóveis, com arrecadação de R$ 273 milhões. O que não resolveu o problema deixado por outras gestões.