PCdoB adotará ‘nome fantasia’ ocultando o termo ‘comunista’

Segundo o site Metropoles, O Partido Comunista do Brasil irá esconder o nome ‘comunista’ das suas divulgações a partir de 2020.

Com quase 100 anos de história e controvérsias, o PCdoB adotará uma nova marca encobrindo as palavras “partido” e “comunista” de sua sigla, a legenda passará a adotar a expressão “Movimento 65”, que enfatiza o número do partido que pretende lançar em 2022 a candidatura à Presidência da República do governador do Maranhão, Flávio Dino.

A ideia inicial de parte dos comunistas era mudar o nome do partido, suprimindo os dois termos. Houve resistência de filiados e a adoção do “nome fantasia” representa um recuo na intenção de alguns membros da sigla de se livrar do termo para formar um movimento mais amplo contra o atual presidente, Jair Bolsonaro.

A marca a ser usada, segundo o site Metroples, na publicidade institucional do partido trará, em vez do vermelho, as cores verde e amarelo como predominantes. Saem também a “foice e o martelo” da comunicação da legenda.