Eduardo volta à liderança do PSL

O deputado federal Eduardo Bolsonaro volta a ocupar o posto de líder do Partido Social Liberal (PSL) na Câmara dos Deputados, contrariando os interesses do grupo ‘bivarista’ na  bancada. Eduardo havia perdido o posto após o PSL punir um grupo de deputados fiéis ao governo Bolsonaro suspendo-lhes as atribuições partidárias.

Porém, os deputados bolsonaristas retomaram suas funções por decisão judicial. O grupo pró-Bolsonaro fez uma nova lista e destituiu Joice Hasselmann (SP) da liderança.

Após a decisão do juiz Giordano Resende Costa, da 4ª Vara de Brasília, os 14 deputados puderam voltar às suas funções partidárias, inclusive a de assinar lista para pedir a mudança de líder.

Relacionados:  Eduardo Bolsonaro quer elevar Ayrton Senna a Herói da Pátria

Os deputados punidos pelo PSL haviam sido:

Bibo Nunes (RS);
Alê Silva (MG);
Daniel Silveira (RJ);
Bia Kicis (DF);
Luiz Philippe de Orleans e Bragança (SP);
Carlos Jordy (RJ);
Vitor Hugo (GO);
Filipe Barros (PR);
General Girão (RN);
Sanderson (RS);
Cabo Junio Amaral (MG);
Carla Zambelli (SP);
Marcio Labre (RJ).