Sergio Moro: “Queda da violência é resultado de posição dura do governo Bolsonaro ”

O ministro Sergio Moro, da Justiça e Segurança Pública, afirmou que a melhoria em indicadores de segurança pública – como a redução do total de homicídios, do número de assaltos a banco e a ampliação da apreensão de cocaína – é fruto de uma posição dura adotada pelo governo de Jair Bolsonaro (PSL) no combate à criminalidade, assinala a Gazeta do Povo.

Relacionados:  Bolsonaro vence eleições de 2022 em todos os cenários, aponta pesquisa

O ministro que ganhou notoriedade como Juiz da Operação Lava Jato disse em entrevista ao Jornal paranaense Gazeta do Povo, na segunda-feira (11), não trabalhar com metas específicas para a redução da violência. “O estrago desse crescimento desmesurado da criminalidade do Brasil dos últimos 15 ou 20 anos foi uma tragédia. Então ainda falta muito para melhorar, embora os avanços tenham sido positivos nessa gestão”.

Relacionados:  Mandetta admite que pretende concorrer à Presidência em 2022 e poderia ter Sergio Moro como vice