Moro sobre Lula: “Perseguição política é absolutamente um álibi que foi construído”

Imagem ilustrativa

Em entrevista ao jornal paranaense Gazeta do Povo, o ministro da Justiça e ex-juiz da Lava Jato afirmou que as críticas do ex-presidente Lula não comprometem de maneira alguma a Operação Lava Jato: “É o mesmo discurso que ele [Lula] já falava antes [de ser solto]. E as pessoas avaliam os fatos, têm condições de avaliar os fatos que aconteceram. Essa questão da perseguição política é absolutamente um álibi que foi construído, que não tem nenhuma procedência no mundo real“.

Questionado sobre ter ficado supostamente frustrado com a soltura do ex-presidiário Lula, Sérgio Moro assegurou que não possui qualquer sentimento pessoal envolvido com esse caso: “Eu nunca levo essas questões do ponto de vista pessoal. Quando eu proferi as decisões contra o presidente Lula, assim como qualquer outro réu, durante toda a minha carreira judiciária, isso sempre foi algo imparcial, objetivo, não tem um sentimento pessoal. Na verdade, quando o juiz condena alguém à prisão, o sentimento normalmente é de pesar. Puxa, mandar alguém para a prisão sempre é algo negativo, é fazer o mal para uma pessoa. Mas isso é uma consequência de um crime que a pessoa cometeu. E juiz tem que cumprir o dever legal. Não pode pensar só no acusado; tem que pensar também nas vítimas. É um sistema que precisa, acima de tudo, afirmar o império da lei“.

Relacionados:  Por que certos artistas fazem show para pedir 'Lula Livre' mas não fazem para ajudar vítimas de Brumadinho?