Lula avisa o MST que sairá da cadeia ‘mais à esquerda do que entrou’ e ‘fazendo luta’

O ex-presidente conversou sobre seus planos para o Brasil após a soltura da cadeia, diz o site UOL.

Ele recebeu a presidente do PT (Partido dos Trabalhadores), Gleisi Hoffmann; o presidente do Instituto Lula, Paulo Okamotto e o coordenador nacional do MST, João Paulo Rodrigues.

“Tire essa foto porque vai ser a última aqui”, disse Gleisi ao deixar a PF por volta das 18h a fotógrafos que registravam sua visita. Naquela hora, o Supremo ainda julgava a legalidade das prisões em 2ª instância, mas os aliados de Lula já mostravam confiança num resultado positivo para o ex-presidente.

“Lula disse: ‘avise lá os sem-terra que eu vou sair mais à esquerda que entrei. Vou sair fazendo luta'”, relatou o coordenador do MST. ”

“Lula disse que, ao sair, quer preparar um grande pronunciamento à nação e discutir os desafios que o Brasil enfrenta. Falou muito da grande luta contra o neoliberalismo.”