Amazônia tem outubro com o menor número de queimadas da história

O mês de Outubro de 2019 apresentou o menor número de queimadas na Amazônia desde o início do monitoramento do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), em 1998. O número mais baixo de focos, até então, havia sido registrado no mesmo mês daquele ano, com 8.777 detecções de calor. Neste ano, foram 7.855 pontos registrados durante todo o mês de outubro, segundo o G1.

Esses números mostram o compromisso do governo e das Forças Armadas em combater incêndios na Região. Logicamente, de acordo com o próprio Ipam, não há apenas um motivo para atribuir à queda do fogo na Amazônia. A temporada de chuva começou em algumas regiões, assim como houve uma redução nas queimadas intencionais – reflexo da repercussão do fogo e também do índice alto no mês de agosto. Porém,a implementação da Operação da Garantia da Lei e da Ordem Ambiental (GLO), comandada pelo Exército Brasileiro por meio de um decreto do governo federal para combater crimes ambientais foi fator muito relevante nesta queda.

O Governo Bolsonaro – muito criticado internacionalmente pela questão ambiental – parece ter obtido expressivos resultados.