Bolsonaro estuda o fim estabilidade para novos funcionários públicos

Bolsonaro

Em pronunciamento na cidade de Abu Dhabi, capital dos Emirados Árabes, Jair Bolsonaro afirmou que a nova prioridade do governo é a reforma administrativa.

“Conversamos com o Rodrigo Maia, com o Davi Alcolumbre. Acredito que a reforma administrativa seja a melhor para o momento. Tem proposta já adiantada na Câmara. Não vamos buscar quebrar a estabilidade do servidor”, afirmou

Segundo o presidente da República, a reforma administrativa prevê, entre outras coisas, fim da estabilidade de novos servidores públicos.

Relacionados:  Bolsonaro indica oficial da Marinha para comandar Agência Nacional do Petróleo

“Não vamos buscar quebrar a estabilidade de servidor [antigo]. A ideia é, depois da promulgação dessa PEC, caso ela venha a ser promulgada um dia, mudar essa forma de relacionamento”, disse.