Por suspeita de fraude, Brasil não reconhece por enquanto a eleição de Evo Morales na Bolívia

Segundo o portal G1, O Brasil ‘neste momento’ não reconhece a reeleição de Evo Morales na Bolívia.

O Ministério das Relações Exteriores do Brasil afirmou que não reconhece, por enquanto, a reeleição de Evo Morales ao cargo de presidente da Bolívia. Em um tuíte, o Itamaraty justificou que apoia uma auditoria completa do primeiro turno proposta pela Organização dos Estados Americanos (OEA).

“Considerando-se as tratativas em curso entre a OEA e o governo da Bolívia para uma auditoria completa do primeiro turno das eleições naquele país, o Brasil não reconhecerá, neste momento, qualquer anúncio de resultado final”, diz o Itamaraty através das redes sociais.

Relacionados:  Evo Morales recua e suspende criminalização das igrejas

Após acusações de fraude – principalmente devido a uma interrupção no sistema de transmissão dos resultados que durou 24 horas –, a OEA se prontificou para auditar o primeiro turno das eleições. O órgão americano e a União Europeia sugeriram que, mesmo com o resultado apontado pela apuração, a Bolívia passasse por um segundo turno para esclarecer a situação.