Alcolumbre deverá assumir a Presidência da República na ausência de Bolsonaro, Mourão e Maia

O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), deverá assumir a Presidência da República entre quarta-feira (23/10) e sexta-feira (25/10). A rápida troca de cadeiras ocorrerá por coincidência de agendas de viagens de autoridades que sucedem o presidente Jair Bolsonaro (PSL).
Hamilton Mourão assumiu interinamente a presidência, uma vez que Bolsonaro cumpre viagens internacionais até o dia 31 à Ásia e ao Oriente Médio. Depois, Mourão, viaja para o Peru na tarde do dia 23 até o dia 25, onde assinará acordo sobre embarcação com a Marinha peruana.

Já o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), também viajará para a Inglaterra e Irlanda. Na sequência da sucessão, Alcolumbre será o próximo presidente da República em exercício.

No entanto, o presidente do Senado deve antes colocar em pauta a votação no Senado do segundo turno da reforma da Previdência. De acordo com o presidente em exercício, Mourão, a expectativa do governo é positiva em relação à proposta, prevista para esta terça-feira (22/10). “Acho que tranquilo, vai votar este segundo turno amanhã, pela conversa que eu tive com o Alcolumbre desde semana passada.”

Fonte: Correio Braziliense