Com apoio do Greenpeace, índios brasileiros viajarão à Europa para “pressionar Bolsonaro”

Um grupo de líderes indígenas fará um tour na Europa entre os dias 17 de outubro e 20 de novembro para ‘denunciar’ o governo Bolsonaro. Com apoio da ONG internacional Greenpeace, os indígenas vão falar sobre  “violações dos direitos” das populações nativas no Brasil praticadas pelo governo Jair Bolsonaro, que está há 10 meses no poder.

A ONG afirmou que o roteiro terá início no Vaticano, com a presença dos índios no Sínodo da Amazônia, inaugurado pelo Papa Francisco no dia 6 de outubro. Depois a delegação passará por Turim e Bolonha, na Itália, Berlim e Munique, na Alemanha, Estocolmo (Suécia), Oslo (Noruega), Amsterdã (Países Baixos), Bruxelas (Bélgica), Genebra e Berna, na Suíça, Paris (França), Porto (Portugal) e Londres (Reino Unido). A viagem terminará na Espanha, com compromissos em Madri, Barcelona e Valência.

A missão será liderada pela Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (APIB) em colaboração com outras organizações ambientalistas e indigenistas.

Fonte: Renovamídia