Setembro tem menor número de focos de incêndio na Amazônia desde 2013

Segundo o INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) no mês de setembro foram registrados 19.925 focos de incêndio no bioma Amazônia. O número é o menor para o mês desde 2013, quando 16.786 casos foram detectados. Em relação a 2018, houve queda de 19,7% no total de focos. Considerando-se os dados desde 1998, a média no mês é de 33.426, registra o site Poder360.

Os meses de agosto e setembro são os que registram, historicamente, os números mais elevados de incêndios. Devido a um grande número de queimadas em agosto, a oposição e ONG’s criticaram o governo Bolsonaro.

Para conter as queimadas, o presidente Jair Bolsonaro enviaou tropas das Forças Armadas aos Estados que compõem a Amazônia Legal. Decretou a proibição das queimadas no país no período de seca, salvo em situações permitidas pelos órgãos de fiscalização. Também falou sobre o tema em seu discurso nas Nações Unidas, onde destacou a soberania do Brasil sobre a região e os cuidados que o país tem com a proteção ambiental.