“Chefes de Estado de outros países cooptaram Raoni”, diz Bolsonaro

Bolsonaro afirmou que o cacique Raoni Metuktire não representa todos os indígenas do Brasil. Através de uma live em sua página no facebook, Bolsonaro falou que líderes estrangeiros teriam cooptado o indígena.

“Alguns países, chefes de Estado, pegaram o Raoni, cooptaram o Raoni. Na minha ida a Osaka, o senhor Macron queria que, juntamente com o Raoni, nós falássemos sobre a Amazônia. Eu falei: ‘Olha, respeito o Raoni, é um cidadão, mas o presidente sou eu, tem que conversar é comigo’. Aí começou o senhor Macron a ficar preocupado conosco.”, afirmou o presidente.

Ao lado de Bolsonaro estava a indígena Ysani Kalapalo que concordou com as afirmações do Presidente da República.

Relacionados:  Augusto Nunes dispara: "A minoria derrotada não admite ver o país governado por quem ganhou a eleição”

“Cada tribo tem seu próprio cacique, sua própria liderança, somos 305 etnias diferentes, 274 línguas. Você acha que Raoni faz representar 305 etnias que existem no Brasil? É claro que não. Eu respeito ele, mas as ideologias dele não me representam.”, argumentou.