Em Nova York, deputada Tábata Amaral diz se sentir ‘profundamente envergonhada’ pelo Brasil

Segundo a Revista Época, a deputada Tábata Amaral (PDT) participou de um evento na Universidade de Nova York paralelo à Cúpula do Clima da ONU. Ao falar sobre o futuro da floresta amazônica, ela não poupou críticas ao Brasil sob o comando de Jair Bolsonaro

A deputada considerada da ‘nova esquerda’ pediu “paciência com o Brasil”, frisou que “ainda há uma democracia no país”:

“Há uma razão pelos incêndios e pelo fim do dinheiro dos fundos. Quando o presidente diz que tudo se trata de preservação da soberania nacional, ele esquece o fato de que a posição de ponta que o Brasil alcançou no mundo se tratando de meio ambiente foi justamente conquistada por conta da soberania. Ele não está prestando atenção no que o país conquistou”