Polícia Federal prende mais dois suspeitos de invadir celulares da Lava Jato

Mais duas pessoas supostamente envolvidas na invasão de celulares de autoridades da Lava Jato e outras esferas foram presas pela Polícia Federal.

Os policiais também cumprem mandados de busca e apreensão em quatro endereços. Um dos detidos é um programador de computadores, Thiago Eliezer Martins, o outro é estudante de Direito.

A operação acontece em São Paulo, Brasília e Ribeirão Preto e conta com cerca de 30 policiais federais na ação. Além da prisão dos dois suspeitos, a PF realiza busca e apreensão em quatro imóveis ligados à suposta organização criminosa investigada.

As medidas foram autorizadas pelo juiz Ricardo Leite, da 10ª Vara Federal do Distrito Federal.