Maduro dispara contra Bolsonaro: “ele é um extremista ideológico”

O ditador Nicolás Maduro concedeu entrevista ao Jornal Folha de São Paulo e aproveitou para criticar o governo de Jair Bolsonaro. Mesmo comandando um país em crise e que afronta à democracia, Maduro diz que Bolsonaro é um ‘extremista’.

 

“Você sabe que Bolsonaro é um extremista ideológico. Recentemente ele declarou sua admiração pelo ditador Augusto Pinochet, que é uma espécie de Hitler sul-americano. E em sua mente está apenas a agressão contra a Venezuela. Ele não é um político. Lamentavelmente, à frente de muitos governos da América do Sul não há políticos com ‘p’ maiúsculo, com doutrina, que saibam respeitar a diversidade.”

“Estou convencido de que aqui [na Venezuela] vai triunfar a paz frente às ameaças e às loucuras da ultradireita, de Bolsonaro, de Trump e de toda essa gente.”