Ex-tesoureiro do PT é liberado da prisão com tornozeleira eletrônica e ganha emprego na CUT

O ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto, que estava preso desde abril de 2015 pela Operação Lava Jarto, foi autorizado a deixar a prisão na tarde desta sexta-feira (6). Ele vai cumprir pena no regime semiaberto e será monitorado por uma tornozeleira eletrônica.

Vaccari saiu do Complexo Médico-Penal (CMP), em Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, por volta das 16h15 e já se encontra em sua residência.

Ele foi alvo da 12ª fase da Lava Jato. Ele ficará em Curitiba, na casa de um tio, e vai trabalhar na Central Única dos Trabalhadores (CUT), diz o G1

A liberdade de Vaccari foi determinada pela juíza Ana Carolina Bartolamei Ramos, da 1ª Vara de Execuções Penais de Curitiba.