Moro: “Estamos atentos ao projeto de lei de abuso de autoridade”

Sergio Moro usou o Twitter para comentar as manifestações deste domingo e afirmar que está ciente sobre a Lei de Abuso de Autoridade.

“Sobre as manifestações de hoje, estamos atentos ao projeto de lei de abuso de autoridade e cientes da necessidade de preservar a ação de juízes, promotores e policiais contra a corrupção e o crime organizado. Vamos examinar com cuidado. Sempre alerta”, disse ele.

5 Comentários em Moro: “Estamos atentos ao projeto de lei de abuso de autoridade”

    • Ministro Moro fica atento com o blog o Antagonista eles querem te jogar contra o Presidente Bolsonaro pq eles querem eleger o João Dória. Não entre nessa Ministro Moro, o João Dória é a pessoa mais mau caráter que já vi:
      1. Prometeu ao povo da cidade de SP que se fosse eleito Prefeito não largaria o cargo para concorrer a Governador – dois anos depois saiu de candidato a Governador e deixou o Globalista e progressista e péssimo gestor do Bruno Covas no lugar. A cidade de SP – está um caos.
      2. Mau ganhou para Governador de SP – o infeliz não governa – já saiu desesperado para corrida Presidencial de 2022.
      3. Esta vendendo SP para a China: reconhecimento facial chinês no metrô de SP e a espiã Huawei (empresa Chinesa expulsa dos USA) que vai instalar fábrica de produtos com tecnologia 5G em SP. Ele quer matar os Paulistas pq esta tecnologia 5G é a mesma coisa que colocar sua cabeça dentro do microndas (e quem me disse isso é uma amigo que é PHd em física e Professor do MIT nos USA).
      4. Por fim, só se elegeu pq disse que apoiava o Bolsonaro (surfou na onda Bolsonaro) e agora está falando um monte merda contra Bolsonaro. E digo que só se elegeu pq sei disso: Ele ganhou por pouco do Márcio França e este perdeu pq além de ser do PSB (que é um partido de esquerda) não quis apoiar o Bolsonaro.

  1. eu me peguei numa reflexão neste fim de semana… como eu pego as tvs: da assembleia, do senado da justiça…. não sou telespectador… só mesmo nos momentos decisivos, e na troca de canal tentando achar algum programa para assistir ouço a voz da narradora num destes canais dizendo: “a assembleia aprovou hoje”… eu não sei o que aprovaram ou o que aprovam, mas me peguei pensando – quando será que esses caras aproarão alguma coisa pelos desvalidos, pelo povo, pela população? Aprovar alguma coisa que realmente faça a diferença na vida de cada um de nós… tá difícil…. é tudo um jogo de poder… mais pra mim menos pra ti e assim por diante… até quando suportaremos tudo isso?? Desculpem-me pelo desabafo

  2. hoje pela manha enquanto esperava meu ônibus na parada perto de casa esperava também uma vizinha com sua neta de 2 anos talvez…não tenho amizade com essas pessoas, mas sei quem são e onde moram e nisso chegaram outros vizinhos que sim além de se conhecerem tem amizade e perguntaram a ela como estava sua filha, a mãe da menininha que estava com ela… aí rolou o papo: “conseguiram o dinheiro para a cirurgia? – quase todo falta pouco a cirurgia é sexta… a justiça não nos deu a cirurgia… o SUS não cobre…” enfim, percebi que o caso era grave e que o estado nada fez em todas as instâncias… confesso que cheguei chorando no trabalho… pensando naquela criança que pode perder a mãe, pensando naquela mãe que pode perder a filha, e é algo traumático para ambas no caso de uma tragédia… enquanto isso a assembleia aprova não sei o quê… “legisladores” se ofendem com palavras que eu um ignorante não usaria… deu vontade de dizer que a cirurgia que o SUS não cobre já foi paga e por muitas vezes, com o meu imposto, com o teu imposto… pra quê serve o estado, o governo? Numa hora dessas a gente não tem a quem recorrer… enquanto estamos bem fisicamente é tudo festa.. agora pense em alguém que está num hospital, quem está doente… lamento dizer mas nós passaremos por isso com certeza… se pegássemos essa paixão que temos por políticos, por partidos e usássemos essa energia para nós, seria bem diferente… sem partido o PT, o Bolsonaro???? Que vá pro inferno, vocês estão aí para fazer o bem, ou deveriam… dar um mínimo de assistência a quem precisa… desculpem-me de novo mas não saí ileso deste episódio…

Deixe uma resposta