“Retirar Deltan da Lava Jato seria uma violência contra a independência do MP

Conforme informa O Antagonista, comenta-se em Brasília um possível afastamento de Deltan Dallagnol da Lava Jato.

Segundo o site, um dos observadores da cena política, não identificado, comentou: “Qualquer um, em tese, poderia amanhã ser retirado da força-tarefa da Operação, por ato da PGR, menos Deltan. Ele não é apenas o coordenador da Lava Jato em Curitiba. É o promotor natural do caso e de todos os outros conexos ao original. Ele é tão instável do processo de primeira instância de Curitiba quanto Raquel Dodge dos processos em andamento no STF. Seria uma violência total contra a independência do MP”.

Vale lembrar que, conforme o República de Curitiba noticiou, Raquel Dodge saiu em defesa de Deltan e afirmou que ele só poderá ser afastado caso queira.