Ministro da Educação sobre Paulo Freire: “Se fosse tão bom, ia ter pelo menos mais um país usando o método dele”

Abraham Weintraub, ministro da Educação, deu uma aula no Morning Show da Jovem Pan.

Edgard Picoli, apresentador do programa, questionou o ministro sobre a posição dele sobre Paulo Freire, e perguntou qual era o “educador, se não Paulo Freire, que deveria ser referência para o Brasil”.

“Na nossa proposta de alfabetização, a gente não quer mais a unanimidade. A única coisa que a gente pede é que o educador ou o método tenha critérios científicos comprovados, tem que ter estudo científico de verdade”, respondeu o ministro.

Relacionados:  15 estados mais o Distrito Federal aderem ao programa de Colégios Militares do MEC

Fefito, outro participante do programa, comentou que “Paulo Freire já foi condecorado”, e Weintraub respondeu: “Se Paulo Freire fosse tão bom, tão bom ia ter pelo menos mais um país além do Brasil usando o método dele”

E continuou: “Coisa boa a gente copia… e não tem nenhum outro país além do Brasil que fala que Paulo Freire é um modelo de educação”.

Relacionados:  Ministro da Educação diz que "reitores devem prestar contas" e que professores passarão por testes regulares

Com informação da Jovem Pan e do MBLNEws.