Bolsonaro: “Se Adélio quiser abrir o jogo comigo, estou à disposição”

O Presidente da República, Jair Bolsonaro, usou o Twitter para comentar o atentado sofrido por ele, e perpetrado pelo ex-PSOL, Adélio Bispo, durante a campanha presidencia de 2018.

A defesa do Adélio o induziu a passar por maluco. A pena agora é perpétua num manicômio judicial. Se algum familiar, ou o próprio, quiser abrir o jogo comigo, estou a disposição, afinal, como o caso Celso Daniel, a história pode se repetir para o Adélio e seus comparsas.”

Relacionados:  Janaína Paschoal: "Eu não estou abandonado o presidente de maneira nenhuma"