Presidente da CCJ diz que ‘se houve conluio entre jornalistas e hackers, há crime de ambos’

O deputado federal e presidente da Comissão de Constituição e Justiça da Câmara, Felipe Francischini, afirmou que se ficar comprovado um “conluio” entre jornalistas e hackers para a divulgação das mensagens que atacam a Lava Jato, todos os envolvidos terão cometido um crime.

Ele deixou claro, no entanto, que não é crime por si só divulgar produto de invasão, da mesma que não se pode falar em condenação de alvos de grampos ilegais.

A verdade é que essa história precisa ser desvendada, e rápido.

Com informada Crusoé.