Hackers poderão ser enquadrados por terrorismo na Lei de Segurança Nacional

Conforme informa O Antagonista e a Veja, corre o assunto no Palácio do Planalto que os quatro presos acusados de terem invadido o celular de Sergio Moro e demais autoridades do governo e do Ministério Público poderão ser enquadrados como terroristas pois também atentaram contra o celular de Jair Bolsonaro, o presidente da República.

“Ao chegarem até o ponto mais alto da República, os criminosos atentaram contra o próprio Estado brasileiro, num movimento que, a partir de agora, poderá ser enquadrado na Lei de Segurança Nacional”.

Relacionados:  Moro bane torcedores violentos de jogos da Copa América

É a Justiça sendo feita. O Brasil precisa saber do nome do mandante.