Polícia Federal já identificou o quinto hacker, responsável pela clonagem do celular de Moro

Além dos quatro hackers acusados de terem invadido o celular de Sergio Moro, a Polícia Federal já identificou um quinto elemento.

Anderson José da Silva teria sido o responsável por clonar o número de Sergio Moro. Ele estava cadastrado no sistema da empresa BRVOZ que autoriza a modificação de um número de celular que faz a chamada, nesse caso para copiar o celular de Moro, enganar o Telegram e obter acesso às mensagens.

Conforme informou a PF, Anderson também efetuou chamadas para o desembargador Abel Gomes, do TRF-2, para o juiz federal Flávio Lucas da 18ª Vara Federal do Rio, e para os delegados de São Paulo, Rafael Fernandes e Flávio Vieitez Reis.

Cm informação dO Antagonista.