Advogado de um dos hackers alega que seu cliente tem ‘problemas psiquiátricos’

Walter Delgatti Neto, um dos meliantes-militantes que confessou ter hackeado o celular de Sergio Moro e outras centenas de autoridades, tem problemas psiquiátricos, disse hoje seu advogado, Luiz Gustavo Delgado.

Segundo o Estadão, ele levou comida, remédios de ‘uso controlado’ e um cobertor para seu cliente na tarde de hoje na Polícia Federal, onde Walter está preso temporariamente para prestar esclarecimentos, especialmente revelar quem é o mandante do crime.

“Conversei com ele. Ele tem problemas psiquiátricos. Está atordoado”, disse o advogado.

Ao que tudo indica, a defesa provavelmente será na mesma linha de Adélio Bispo, o esfaqueador de Bolsonaro.

Relacionados:  Moro suspende visitas em presídios federais por 15 dias

Logo menos, Já deve estar pipocando na grande mídia a teoria dos ‘lobos solitários’, que agiram sozinho e sem mandante; mas certamente o povo brasileiro não vai acreditar neste absurdo.