Greenwald pediu visto americano de emergência para os filhos dias antes da prisão dos hackers

Segundo informa a Agência Caneta, uma fonte no Consulado Geral dos Estados Unidos no Rio de Janeiro afirmou que o advogado americano Glenn Greenwald e seu marido, o deputado David Miranda, do PSOL, estiveram “dando um show” para obter vistos de emergência para os filhos do casal.

O fato aconteceu cinco dias antes da Polícia Federal fechar o cerco e prender quatro suspeito de terem invadido o celular de Sergio Moro, e provavelmente o de Deltan Dallagnol também.

O próprio Glenn admitiu o fato, justificando que os “filhos precisam de visto para entrar nos EUA e visitar suas avó pq seus passaporte de EUA não está pronto. Pode compreender agora?”

Até o momento não se sabe se os vistos foram concedidos.