Bolsonaro: “Não teremos mais pessoas como FHC, Lula ou Dilma”

Bolsonaro

Durante o café da manhã com jornalistas estrangeiros, o presidente Jair Bolsonaro comentou a mudança na visão do povo brasileiro nos últimos anos.

“Se Deus quiser, uma política semelhante à minha vai continuar presente no Brasil de forma eterna. Não teremos mais pessoas como FHC, Lula ou Dilma, entre outros. O povo entendeu que essas pessoas não representavam o interesse do país”, disse ele.

Jair ainda comentou sobre a possibilidade de ser candidato em 2022: “Sempre falei durante a campanha: se for feita uma boa reforma política, diminuindo o número de parlamentares federais, estaduais e municipais, eu abrirei mão da reeleição. Como essa reforma depende basicamente do Parlamento, e não de mim, pelo que tudo indica não teremos reforma política”.

Com informação dO Antagonista.