Moro: “Com a medida que propomos, enfraqueceremos as facções criminosas”

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, durante cerimônia de abertura do Seminário Internacional Fake News e Eleições, no TSE.

O ministro Sergio Moro usou o Twitter para comentar o combate ao crime organizado.

“Projeto de lei anticrime. Medidas simples, mas eficazes contra a corrução, o crime organizado e os crimes violentos. Uma das propostas mais importantes visa obrigar os membros de organizações criminosas a romperem os vínculos criminosos.

Aquele condenado por integrar organização criminosa ou por praticar crime através de grupo criminoso não obterá benefícios durante o cumprimento da pena se houver elementos de prova que indiquem que ainda compõe a associação criminosa.

Queremos ressocializar os presos. Mas quem se mantém vinculado a grupo criminoso não quer ressocialização. Então o condenado terá que fazer uma escolha, mantém-se vinculado ao mundo do crime ou obtém benefícios.

Na Itália, segundo o Procurador Geral Antimáfia, que esteve no Brasil esta semana, os mafiosos submetidos ao cárcere duro só recebem benefícios prisionais se colaborarem com a Justiça. É ainda mais rigoroso. A colaboração é a prova do rompimento do vínculo criminoso.

Com a medida que propomos, enfraqueceremos as facções criminosas que controlam o crime fora e dentro das prisões. Isso é urgente”

7 Comentários em Moro: “Com a medida que propomos, enfraqueceremos as facções criminosas”

  1. Acredite nesse traste o besta que quiser pois as fracções criminosas são eles mesmo, eles deviam se trancar todos em uma cela e jogar a chave fora.

Deixe uma resposta