Filho de Trump pode ser indicado embaixador no Brasil, em troca de Eduardo Bolsonaro

Demonstrando alinhamento, Donald Trump e Jair Bolsonaro podem realizar um movimento bastante inusitado na história recente da diplomacia mundial.

Eduardo Bolsonaro está bastante cotado para assumir a embaixada brasileira nos Estados Unidos, e questão têm sido vista com bons olhos pelos Estados Unidos.

Em troca, Trump estuda indicar seu filho Eric para a embaixada americana no Brasil.

As movimentações diplomáticas teriam como objetivo melhorar a presença brasileira nos Estados Unidos, visto que a atuação da embaixada brasileira é vista como “muito protocolar, burocrática e apagada”.

Com informação dO Globo.

10 Comentários em Filho de Trump pode ser indicado embaixador no Brasil, em troca de Eduardo Bolsonaro

  1. Gerir paises da importância de Brasil e EUA não deve ser confundido com negócios de família. Com seus 35 anos recém completados e seu trôpego inglês, Eduardo não está apto à função de representante diplomático do Brasil, junto à maior economia do mundo. Será que estamos retrocedendo aos tempos da antiga Roma, em que o tresloucado imperador Calígula nomeou seu cavalo Equistatus como senador romano? Qualquer semelhança, substituindo-se o cavalo por um burro, não é mera coincidência. Nesta, Bolsonaro foi ridiculo! Pelo amor de Deus!

    • Não sei o que o cavalo estudou.
      Flávio Nantes Bolsonaro é um empresário, advogado e político brasileiro, filiado ao Partido Social Liberal e comandante da legenda no Rio de Janeiro. Possui especializações em Políticas Públicas pelo IUPERJ e em Empreendedorismo pela FGV.

    • Primeiro, uma correção – o nome correto do cavalo é Incitatus e se não me falha, novamente, a memória deve ter estudado Direito Romano e por isto Calígula nomeou-o Senador. Já o nome do burro nomeado embaixador é Eduardo e não Flávio. Quanto a este sua biografia o reputa como grande empresário, especialista na multiplicação de pães, melhor dito, de salários, que com apenas duas lojas de venda de chocolate conseguiu a “façanha” de adquirir mais de 20 imóveis. Eduardo é burro, porque, cedendo à sua vaidade e às veleidades de seu pai, põe a perder seu promissor futuro político e por ter aceitado um cargo para o qual não faz juz e tampouco está habilitado. A escola Rio Branco é quem forma os embaixadores de carreira e as escolhas deveriam ficar restritas a eles, portanto.

    • As escolhas de embaixadores não precisam ficar restritas aos formados na escola Rio Branco, como você quer! O inglês do Eduardo é muito bom, ele já falou até na tv americana em entrevista, e em poucas semanas lá, irá ampliar muito mais. Ele estudou Direito, é concursado na Policia Federal. Foi o melhor votado na história do Brasil. No mais, acho q o burro é vc. E morre de inveja!!!

      • E também sabe fritar hamburguer e passou uma semana pelo frio do Maine durante seu intercâmbio… . Currículo completo, como se vê, para ser embaixador junto à maior economia do mundo. Tontinha, vê se te orienta; até o Olavao mandou contra – veja no YouTube.

      • Bestinha, vê se te orienta você! Muita gente tem opinião a favor da ida dele à embaixada! Você q não sabe se é da Esquerda ou da DIREITA, decida-se q lado irá ficar. Tem raiva do mundo, rancoroso, vá se tratar, vai! Invejoso!!!…

      • Querida, me esqueci de enumerar outro predicado do Eduardo: tem os 35 anos de idade exigidos para a função. Um dia após completar seus 35 aninhos, o papy presidente lhe oferece de presente a embaixada dos EUA. Coincidência ou estava esperando o pimpolho completar a idade? Esqueceu porém que existe o Instituto Rio Branco, onde são formados os diplomatas de carreira e que o seu filhote não passou por lá. Amor, pra finalizar e te deixar bem tranquila, te asseguro que sempre fui de direita, mas jamais fui fisiológico a ponto de ver um presidente dirigir um país, como se fosse o quintal da sua casa, ainda mais sabendo que ela é bem complicada, com os problemas naturais advindos de 04 casamentos e onde o pai identifica os filhos por números ao invés de seus nomes. Sinceramente, querida, não acredito muito na pureza do capitão!

  2. Flávio Nantes Bolsonaro é um empresário, advogado e político brasileiro, filiado ao Partido Social Liberal e comandante da legenda no Rio de Janeiro. Possui especializações em Políticas Públicas pelo IUPERJ e em Empreendedorismo pela FGV.

  3. Competência da pessoa não e só por achismos algumas pessoas formadas em vários países da Europa e nos Estados Unidos já vi muitas não serem competentes para nada. Só lembrando já vi muitos doutores em engenharia ter que pedir orientação a pedreiros porque eles mesmos não sabem como fazer o melhor concreto da obra.

Deixe uma resposta