Advogados anti-Lava Jato se unem para proteger Glenn Greenwald

Nesta terça-feira, o advogado Glenn Greenwald, responsável pelo vazamento de mensagens obtidas de modo criminoso, esteve reunido com 40 advogados anti-Lava Jato.

“A ideia é criar um Comitê pela Liberdade de Imprensa que atue na defesa de repórteres ameaçados, neste e em outros casos que possam gerar represálias do Estado”, afirmou Monica Bergamo da Folha.

Segundo informações dO Antagonista, integram o grupo: “Geraldo Prado, Aury Lopes, Juarez Tavares e Carol Proner (todos lulistas, e a última namorada de Chico Buarque)”, e “Dora Cavalcanti, que defendeu a Odebrecht, Luciano Bandeira, da OAB, e Marco Aurélio de Carvalho, sócio de José Eduardo Cardozo, juntaram-se a Nilo Batista, que foi advogado de Lula e que, atualmente, defende o próprio Glenn Greenwald. Kakay e Alberto Toron, advogado de Dilma Rousseff e Aécio Neves, enviaram mensagens.”

Com informação da Folha, O Antagonista e Renova Mídia.

8 Comentários em Advogados anti-Lava Jato se unem para proteger Glenn Greenwald

  1. Bolsonaro mande matar este canalhas.
    É questão de segurança nacional..
    Se você não tiver peito , é só me falar.
    Posso começar pelo LULA

  2. Verdevaldo tentou repetir aqui no Brasil o que aconteceu nos anos 90 na Itália, que foi o desclassificar a Operação Mãos Limpas. Disseram que os juízes eram todos implicados em variados crimes, inclusive sexuais. Inventaram tudo isso num país, que naquela época era arqui-corrupto, cujo objetivo era manter o que estava. Aqui no Brasil fizeram uma montagem, onde contrataram hackers a preço de ouro para procurar desmoralizar, do nada, uma equipe cujo objetivo é acabar com a Lava Jato. Os diálogos apresentados pelo Verdegreen são inócuos e lá não há nenhum crime que foi cometido por eles. Arguiram nulidades como se fosse um crime. A conversa privada entre um juiz e um promotor não tem nada haver. Fatos falsos, falsos discursos, enfim o intercePT tentou montar uma campanha para soltar o chefe da seita ptista, o lula.

  3. Esses advogados que se juntaram para defender o pretenso jornalista e advogado que publica falsidades são farinha do mesmo saco e no minimo praticam crimes, resta serem investigados, ocorre que a Receita Federal nada faz isso eu tenho absoluta certeza, como contabilista que fui tive centenas de clientes, todos sonegadores e estão ai de boa, sempre naquela, não vou declarar, prefiro correr o risco a pagar imposto e se SAEM MUITO BEM, não existe fiscalização.

  4. Isso não se trata de “Jornalismo” !
    Greenwald e sua turma está cometendo um crime atrás do outro e isso não pode e nem deve ficar impune !

Deixe uma resposta