Juiz Marcelo Bretas detona vazamentos contra Lava Jato: “Se é ilegal, é lixo”

Em entrevista para a BBC, o juiz da Lava Jato Rio, Marcelo Bretas, foi bastante direto ao comentar os vazamentos contra a Lava Jato.

“O primeiro ponto é a questão da licitude. No mundo jurídico, não existe algo ser ilícito para alguns casos, e lícito para outros. Ou é legal, ou é ilegal. Se é ilegal, é lixo”.

Bretas também explicou como funcionam os processos e as decisões judiciais, ao ser questionado se o termo “juiz justiceiro” o incomodava. Ele respondeu: “Ah, sim, incomoda, porque visa a minimizar a importância do meu trabalho. Olha só. Tudo que eu faço aqui é submetido a um tribunal no Rio de Janeiro. Depois a um outro tribunal em Brasília. E depois ao STF.

Se uma decisão minha chega até um ministro do Supremo, é porque ela se manteve perante o tribunal do Rio de Janeiro e o tribunal do STJ. Então no tribunal do Rio também são desembargadores heróis? São justiceiros? O ministro do STJ que manteve a minha decisão ele também seria um justiceiro?”

Com informação da BBC.