Lula recebeu R$ 300 milhões para que BNDES continuasse favorecendo a Odebrecht, diz Palocci

Segundo informa O Globo, Antonio Palocci afirmou ter entregue “300 milhões de reais da Odebrecht a Lula, no fim do mandato do ex-presidente. O valor teria sido pago para que o favorecimento da empreiteira continuasse”.

Antonio Palocci foi operador de contas correntes de Lula no departamento de propinas da empreiteira, ou seja, era alguém de confiança e totalmente inserido no esquema.

Palocci, nas planilhas era conhecido por ‘Italiano’ e Lula era o ‘Amigo’.

Com informação dO Globo e dO Antagonista