Metrô de São Paulo demite funcionários que participaram da ‘greve geral’ do PT

Imagem ilustrativa

Conforme informa Josias de Souza, o metro de São Paulo está demitindo todos os funcionários que aderiram à ‘greve geral’ convocada pela esquerda contra a reforma da previdência.

A convocação para a greve foi feita massivamente pelo PT e outros partidos de esquerda, e ocorreu numa sexta-feira.

Os grevistas serão demitidos por terem descumprido decisão judicial e por terem prejudicado 84% dos usuários do transporte em um dia útil.