General da Defesa detona militar preso na Espanha: “Não vamos admitir criminosos entre nós”

General

O ministro da Defesa, General Fernando Azevedo e Silva, realizou um pronunciamento oficial à imprensa nesta quinta-feira.

“Ressalto que não vamos admitir criminosos entre nós. Neste caso específico, houve quebra de confiança. A confiança é própria da cultura militar. Este caso é um fato isolado”, disse ele sobre o sargento Manoel Silva Rodrigues, preso na Espanha com 39 kg de cocaína.

Além dele, o porta-voz do Comando da Aeronáutica, major Daniel Rodrigues Oliveira, também se pronunciou: “Existem procedimentos de segurança que são realizados. O objetivo do IPM é exatamente apurar o que aconteceu. Teremos as respostas após a conclusão desse inquérito”.

Relacionados:  Bolsonaro coloca Exército para reforçar presídios onde líderes do PCC cumprem pena