Dodge quer Gleisi nas mãos de Bonat, o substituto de Moro

A coisa não está nada boa para Gleisi Hoffmann. Vale lembrar que depois da saída de Sergio Moro como juiz, seus dois sucessores – Gabriela Hardt e Antonio Bonat – se mostraram tão competentes e linha dura quanto.

Agora, a PGR, sob o comando de Raquel Dodge, pediu que Edson Fachin entregue a Bonat a denúncia de organização criminosa apresentada contra Gleisi e seu marido Paulo Bernardo.

Apesar de ser deputada e ter foro privilegiado, os crimes dos quais Gleisi é acusada se referem ao período em que foi senadora, e ,segundo a PGR, não devem ficar mais com o STF.

Com informação dO Antagonista