Deputado faz alerta e diz que caso pode ser “Mais grave que simples venda de mandato”

O deputado José Medeiros, que pediu que a Polícia Federal investigasse uma suposta venda de mandato no caso que envolve Jean Wyllys, o suplente David Miranda e o marido dele Glenn Greenwald, afirmou que o caso pode ser ainda mais grave.

“Se for confirmado que o espião, com sua matrix hackeou Jean Wyllys e o forçou declinar do mandato em prol seu parceiro sexual, se torna mais grave que simples venda de mandato. São linhas de investigações que não podem ser descartadas” disse ele em seu Twitter.