Associação de juízes do Paraná define ataque contra Lava Jato: “Produto de crime; indignos de crédito”

A Associação Paranaense dos Juízes Federais saiu em defesa de Sergio Moro e da Lava Jato após os ataques criminosos que o ministro e a operação sofreram por parte da esquerda.

A Associação, em nota, demonstrou “intenso repúdio pela invasão criminosa das telecomunicações de vários magistrados brasileiros, especialmente os que foram ou são responsáveis pela condução de processos penais da chamada operação Lava Jato e outras dela decorrentes ou concomitantes”.

“Os dados apresentados na mídia a nada servem porque susceptíveis a manipulação do conteúdo. São produto de crime; indignos de crédito”, continua a nota, esclarecendo a verdade.

“A incapacidade de enfrentamento lícito às condenações criminais e cíveis não deve resvalar para o ataque à pessoa dos juízes. A intrusão nas comunicações dos magistrados atenta contra a instituição incumbida de velar pelo Estado de Direito. É crime contra a ordem pública, não apenas contra os indivíduos incumbidos dos deveres da magistratura”.

Com informação dO Antagonista.