Da cadeia, Lula continua os ataques: “Essa facada foi muito estranha. Uma facada que não teve sangue”

O presidiário petista continua a disparar seus ataques nas entrevistas que concede por aí, como se não fosse presidiário.

Dessa vez, ele se dedicou a falar sobre a facada que o ex-PSOL, Adélio Bispo, desferiu em Bolsonaro, quase ceifando a sua vida.

“Essa facada foi muito estranha. Uma facada que não teve sangue, que os seguranças ao invés de protegerem o Bolsonaro protegeram o esfaqueador”, disse o condenado petista.

Conforme destacou O Antagonista, “Qualquer consulta às reportagens da época mostra que Adélio Bispo de Oliveira, o esfaqueador, foi contido pelos manifestantes em Juiz de Fora e entregue à polícia. Mas Lula e os lulistas já se habituaram a viver num mundo paralelo.”

Relacionados:  Filha de Silvio Santos, Patrícia Abravanel diz que Deus colocou Bolsonaro no poder