Supostas mensagens entre Moro e Dallagnol reforçam credibilidade da Lava Jato na luta por um Brasil melhor

Após a grave invasão do celular Sergio Moro, realizado por um hacker que já está com a Polícia Federal no rastro, o site esquerdista The Intercept afirmou ter recebido todas as mensagens trocadas por Moro, Dallagnol e outros procuradores da Lava Jato.

O fato é que, se forem verdadeiras as mensagens atribuídas aos membros da força-tarefa da operação que levou para a cadeia o maior criminoso da história do Brasil, nada se prova de ilegal, e só fica marcado o comprometimento desses bons cidadãos envolvidos de corpo e alma na luta contra a corrupção.

 

11 Comentários em Supostas mensagens entre Moro e Dallagnol reforçam credibilidade da Lava Jato na luta por um Brasil melhor

  1. Tem uma organização criminosa dentro do judiciário com objetivo de beneficiar o seus próprios interesses e fins político. E uma vergonha. Lula Livre

  2. Correio Braziliense Janeiro 2019
    Com a decisão de Jean Willys de renunciar ao mandato na próxima legislatura, que começa em 1º de fevereiro, quem assume a vaga de deputado federal é o vereador David Miranda (PSol-RJ). A posse dos parlamentares eleitos está marcada para sexta-feira da semana que vem (1º/2). Miranda recebeu 17.356 votos, o equivalente a 0,22% dos válidos, e garantiu a primeira suplência do PSol.
    “Nascido na favela do Jacarezinho, parceiro de (Edward) Snowden na luta contra a espionagem na internet e primeiro vereador LGBT da história do Rio de Janeiro”, assim David Miranda se define na sua página oficial.

    CASADO COM O JORNALISTA Gleen Greenwald, DONO DO SITE THE INTERCEPT
    Miranda elegeu-se vereador do Rio de Janeiro, em 2016.
    “David Miranda é cria do Jacarezinho, negro, favelado e LGBT. Nunca conheceu seu pai e aos 5 anos ficou órfão de sua mãe”, diz outro texto no site oficial.
    David Michael dos Santos Miranda tem 33 anos e declarou ter a cor/raça preta à Justiça eleitoral nas eleições do ano passado. Na época da repercussão das revelações de Snowden, que tornou público o esquema de espionagem do governo dos Estados Unidos, Miranda chegou a ficar preso durante nove horas, em agosto de 2013, em um aeroporto de Londres. Ele prestou depoimento porque estava com documentos do ex-agente de inteligência norte-americano.

  3. Juiz, que tem o dever de ser imparcial e isento como julgador, tem que manter a mesma distância do procurador (que acusa) e do advogado de defesa.
    Quando o juiz e o procurador davam entrevistinhas um do lado do outro, eu já sentia cheiro de armação.

  4. não entendi, o texto é só isso? baseado em que você diz que não houve nada de ilegal? sei lá, a gente tenta manter a compostura, mas é cada absurdo que pelo amor de deus. no mínimo você não entende nada da função de um juiz. e olha que nem precisa ser estudante de direito.

3 Trackbacks & Pingbacks

  1. Greenwald vai desMOROnando – Farol.News
  2. Greenwald vai desMOROnando – Conexão Política
  3. Greenwald vai desMOROnando – Conexão Política – Blog

Deixe uma resposta