Estudante preso por tráfico de drogas diz que a culpa é do ‘corte’ de verbas

Imagem ilustrativa

Um estudante da Universidade Federal do Paraná foi preso por tráfico de drogas em Curitiba. Ao todo foram encontrados dois quilos e oitocentas gramas de maconha com dois rapazes, o que estava vendendo e o que estava comprando.

A tenente Ariane da Polícia Militar, os dois já tinham passagem pela polícia e ao ser encaminhado para a central de flagrantes, um dele afirmou que só foi parar na delegacia por causa do ‘corte’ – que na realidade é um contingenciamento – de verbas das universidades. “Não tem dinheiro, não tem bolsa, o governo Bolsonaro cortou as bolsas. A partir do mês que vem não vai ter mais (RU) Restaurante Universitário”.

“Na revista veicular foi encontrado uma sacola contendo um volume de maconha. O indivíduo que estava neste carro informou pra gente onde ele havia pego essa substância, e nós nos deslocamos até a residência indicada por ele. Lá encontramos uma outra pessoa, que confessou ter repassado essa droga, e encontramos também mais tijolos de maconha, além de balança de precisão, faca de cozinha e plástico utilizado para embalar a droga”, explicou a tenente Ariane.

Com informações da RICMais.